Ano Letivo

2013

Unidade Curricular

Tese de Mestrado

Ano Curricular


Orientação

Cidália Ferreira da Silva

Lugar de Intervenção

Veiga de Valença-Ganfei-Verdoejo, Valença, Portugal

Atlas da percolação: Representação e interpretação da veiga de Valença-Ganfei-Verdoejo

Florisa Rodrigues

Tendo como objecto de estudo a veiga de Valença-Ganfei-Verdoejo e as inquietações que dele surgiram, o presente trabalho é uma investigação sobre o entendimento do território como um conjunto de processos que estabelecem relações espácio-temporais. Assim, a condição geográfica caracterizada como um lugar de fronteira e as alterações sofridas na sua morfologia através do processo emparcelamento em 1990-95 fazem com que amostra seja um pertinente caso de estudo para a investigação de processos filtrados temporal e espacialmente. O confronto com uma experiência in situ da amostra, associada ao conhecimento in visu do outro lado da fronteira permite um olhar específico da amostra e o desenvolvimento do entendimento da sua relação com a margem oposta. Através do conceito de percolação é criada nesta investigação um atlas que estabelece relações espácio-temporais. Trata-se da criação de uma representação do entendimento do território como um ser em mutação tanto na espessura do tempo como no espaço. Trata-se, também, da exploração de representações espácio-temporais, da inquietação da representação do movimento espacial e temporal num suporte estático. Em suma, a investigação tem como principal objectivo a criação de um atlas, de um conjunto de processos filtrados em constante articulação com estímulos espaciais e temporais que não tem o término nesta investigação. Trata-se de um processo em constante construção.