Ano Letivo

2012/2013

Unidade Curricular

Tese de Mestrado

Orientação

Cidália Ferreira da Silva

Lugar de Intervenção

Complexo Monástico de S.Miguel de Bustelo, Penafiel, Portugal

Coexistência do Tempo no Território

Sara Ferreira

PROJECTO DE REPRESENTAÇÃO DO COMPLEXO MONÁSTICO DE S.MIGUEL DE BUSTELO

 

O seguinte trabalho consiste num ensaio prático de experimentação em torno do tema da coexistência na interpretação do tempo no território. Através de uma metodologia de análise e representação, incute-se um novo olhar sobre uma amostra específica, o Complexo Monástico de S.Miguel de Bustelo.

 

O lugar impõe-se como um mecanismo de detenção do tempo no território, que permitirá uma representação original do mesmo na tentativa de encontrar novas ferramentas de análise e interpretação da arquitectura da paisagem. Procura- se estimular a interdisciplinaridade no campo da arquitectura, introduzindo uma relação de cumplicidade entre património e território.

 

O ‘tempo’ manifesta-se como tema base que engloba a estrutura inerente ao desenvolvimento do trabalho. Através da derivação do tempo como coexistência é possível abrir caminhos para novas interpretações do lugar, do território e da própria arquitectura. A conjugação do tempo com a representação, transforma o desenho numa ferramenta interventiva na forma de ver o lugar.

 

A representação valida um processo criativo contínuo, um projecto interventivo na interpretação deste território. A complementaridade entre conceito, lugar e representação constitui uma metodologia original que será transversal a esta investigação.