Ano Letivo

2012/2013

Unidade Curricular

Tese de Mestrado

Orientação

Cidália Ferreira da Silva

Lugar de Intervenção

Gualtar, Braga, Portugal

Loteamentos de moradias em banda: do Interstício à Indeterminação

Joana Fernandes

Este trabalho tem como objeto de estudo os lotes não- construídos em loteamentos de moradias em banda, localizados na cidade de Braga, aprofundando especificamente uma amostra significativa de território da freguesia de Gualtar.

Trata-se de uma reflexão que cruza a interpretação escrita, fotográfica e desenhada para aprofundar o conhecimento destes espaços, onde se pretende perceber através de um olhar específico qual o seu significado, de que forma surgem e qual o impacto que têm no território.

Constatando que os loteamentos são projetados como um ‘produto acabado’, propõe-se uma nova perspetiva sobre os mesmos, estruturada segundo as características distintivas, dos seus lotes não-construídos, a saber: primeiramente são interpretados como interstícios, objetos da cidade, representados e registados através da lente fotográfica; seguidamente, aprofundam-se enquanto espaços suspensos, inseridos num território com um conjunto complexo de processos de transformação. Aqui entra o ‘tempo’ enquanto dimensão fundamental para o seu entendimento. O desenho revela-se uma ferramenta de pesquisa fundamental, onde percebemos através da análise de perfis-tipo do território, três estados de transformação: Apropriar, Cultivar e Urbanizar.

O raciocínio culmina na reflexão sobre a indeterminação, onde percebemos de que forma se aplica ao estudo dos espaços não-construídos, revelando-se a sua maior potencialidade.