Ano Letivo

2013

Unidade Curricular

Tese de Mestrado

Ano Curricular


Orientação

Maria Manuel Lobo Pinto Oliveira

Lugar de Intervenção

Mondim de Basto, Portugal

O Crastoeiro

a biografia do Lugar como instrumento no projecto de Arquitectura

Joel Dinis

Esta tese visa a valorização do castro do Crastoeiro, importante povoado da Idade do Ferro, implantado na vertente Oeste do Monte Farinha em Mondim de Basto. Explica-se a construção deste Lugar por um alargado arco cronológico que justifica a sobreposição de ocupações que o caracteriza. A sua história, traduzida na biografia do Lugar que se construiu ao longo deste estudo, permite um olhar informado que, apresentando-se como instrumento fundamental no ato de projeto, entende o Crastoeiro como a peça chave, o monumento, o mote de toda a proposta. Desde os conceitos mais abstratos à morfologia e à tectónica, materialidade dos gestos, olha-se a intervenção que aqui se apresenta como uma nova camada de significado, concorrendo assim para a identidade do sítio e para a sua leitura contemporânea. O projeto assume-se, portanto, reduzido ao essencial, estabelecendo e enunciando relações de escala mais alargada que contextualizam o castro no território, articulado com outras manifestações que o correr dos séculos nos legou na paisagem. Tem como fundamental objetivo traduzi-las arquitetonicamente na criação de um abrigo. Este abrigo incorpora e tenta ainda revelar o que poderiam ser leituras mágicas deste Lugar, condensadas na abundante arte rupestre ali existente, transmitindo-as a quem agora o Habita.